EMEF apresenta Nova Geração dos Comboios Alfa Pendular da CP

Posted on

Amadora, 27 de janeiro de 2016 –

Os comboios Alfa Pendular da CP vão beneficiar de uma remodelação profunda, que será executada pela EMEF – Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário S.A. Esta intervenção será iniciada em 2016, abrangendo o total da frota de 10 comboios Alfa Pendular.

Os comboios Alfa Pendular irão beneficiar de uma intervenção a vários níveis, melhorando o conforto e a segurança dos passageiros, em particular através da introdução de novos bancos e materiais de revestimento, novos sistemas de iluminação, remodelação do Bar e dos WCs.

No âmbito desta intervenção nos comboios Alfa Pendular serão realizadas também manutenções mecânicas e hidráulicas.

A nova geração do Alfa Pendular reforça também o seu posicionamento como um meio de transporte que permite a continuação do trabalho ou o usufruto de experiências multimédia: serão melhoradas as condições de acesso Wi-Fi às redes de comunicações móveis e todos os bancos terão tomadas elétricas individuais.

Os primeiros comboios Alfa Pendular da CP iniciaram o serviço em 1999, tendo entretanto percorrido mais de 41 milhões de quilómetros e transportado cerca de 26 milhões de passageiros.

A realização do projeto irá envolver mais de 60 trabalhadores da EMEF e conta ainda com a participação de vários prestadores de serviços nacionais especializados. A incorporação de tecnologia, materiais e serviços nacionais permitirá, assim, reforçar as competências da indústria no setor dos transportes e, em particular, na construção e manutenção de equipamentos ferroviários e similares.

O presidente da CP e da EMEF, Engº Manuel Queiró, salienta “a importância que o serviço prestado pelos comboios Alfa Pendular tem para a afirmação da competitividade da CP no transporte nacional de passageiros no longo e médio curso, traduzindo-se esta remodelação num incremento significativo para o conforto e a qualidade da experiência de viagem que os passageiros da CP tanto valorizam.”

Já o Diretor Geral da EMEF, Engº Castanho Ribeiro, sublinha “o contributo deste projeto na afirmação da EMEF enquanto centro nacional de competências, especializada na manutenção industrial, contribuindo para reforçar o portfólio de serviços que a empresa poderá vir a prestar a clientes internacionais”.

A execução desta remodelação acontecerá nas oficinas da EMEF no Entroncamento, representando um investimento que ronda os 18 milhões de euros por parte da CP. O processo de intervenção terá uma duração de cerca de 3 meses em cada um dos dez comboios Alfa Pendular que compõem a frota.

Sobre a EMEF

A EMEF SA desenvolve a sua atividade na área da metalomecânica ferroviária.

Criada em 1993, surge como resultado da autonomização da área industrial da CP destinada à reparação e reabilitação do material circulante. Desde então tem vindo a alargar as suas áreas de intervenção, quer em termos de indústria, quer em termos geográficos, atuando também em território internacional.

Em 2013 realizou-se uma reestruturação global da empresa que incluiu a criação de novas direções, de novas áreas e a redefinição das responsabilidades de alguns domínios de intervenção.

Esta reestruturação tem o seu enquadramento estratégico da EMEF assente em 3 pilares fundamentais:

  1. Reestruturar para criar valor – otimização dos recursos existentes, garantia da sustentabilidade económico-financeira e maior competitividade.
  2. Criar novas competências – promoção da investigação e desenvolvimento por forma a acompanhar a evolução tecnológica do setor.
  3. Internacionalizar e estabelecer parcerias estratégicas – desenvolvimento de esforços que permitam aceder de forma economicamente eficiente a novos mercados geográficos e setoriais.
Top